Normas para autores/as

Normas y convenciones para autores

Español

Iberoamérica Social é uma revista que recebe artigos acadêmicos para seu processo editorial, tanto em espanhol como em português. Os volumes da revista contam com três seções diferentes. A primeira delas é dedicada ao dossiê principal proposto pelo conselho editorial, a segunda para artigos de temática livre e, por último, uma seção de miscelânea.

Cada número está integrado com, no máximo, os dez melhores artigos que versam sobre o tópico principal, quatro contribuições na seção de temática livre e outros quatro na seção de miscelânea (resenhas bibliográficas, experiências de investigação, opiniões de leitores e produções artísticas que girem ao redor do tema principal).

A revista está aberta a textos de excelente qualidade que podem constituir contribuições substanciais e de referência no campo dos Estudos Sociais. As peças serão selecionadas dando prioridades àquelas contribuições de relevância global e as que tenham potencial para gerar novas tendências e diálogos no campo. Serão valorizados como prioritários aqueles escritos que transcendam e cruzam várias disciplinas tanto em sua metodologia como em sua interpretação.

Terão prioridade as temáticas atuais que envolvam, afetem e interessem à sociedade Ibero-americana, como são os direitos humanos, a democracia, as questões étnico-raciais, as questões de gênero, a questão ambiental, o desenvolvimento sustentável e inclusivo de nossos povos.

A seguir apresentamos informações importantes para os/as autores/as que queiram enviar seus trabalhos à Iberoamérica Social.         

Os artigos deverão ser enviados exclusivamente pelo nosso sistema Open Journal System. Nenhum autor/a poderá enviar ou ter em avaliação dois manuscritos de forma simultânea.

As colaborações deverão ser artigos originais e inéditos. Além de cumprir com os seguintes critérios:

  • Excelente redação (ortografia, claridade, estrutura coerente).
  • Ser pertinente ao campo de investigação das Ciências Sociais (novas contribuições, novas perspectivas teóricas ou metodológicas replicáveis em outros contextos).
  • Ser socialmente relevante (abordar problemas do âmbito das Ciências Sociais em contexto ibero-americano, se referir a sectores sociais amplos ou a grupos sociais pouco atendidos).

Poderão ser enviados resultados de investigações originais, estudos teóricos, mostra de dados ou reflexões ensaísticas. 

Não se aceitarão artigos que estejam sendo avaliados simultaneamente em outras revistas.

O artigo não poderá ter menos de 5.000 palavras, nem ultrapassar as 10.000.

Os/as autores/as do documento o enviarão em formato anônimo, apagando seus nomes do texto (se citarem a eles mesmos) e empregando “Autor/a” e o ano utilizado nas referências e notas de rodapé da página, isso também no lugar do nome do/a autor/a, do título do artigo, etc.

No caso dos documentos da Microsoft Office, também deverá ser tirada a identificação do/a autor/a das propriedades do arquivo, seguindo os passos indicados a seguir: Abra o arquivo: Arquivo > Opções  > Central de confiabilidade > Configurações da Central de confiabilidade > Opções de privacidade > Configurações específicas do documento > Selecione “remover informação pessoal das propriedades do arquivo ao salvar” > Salvar.

Preencher de maneira devida e detalhadamente os metadados do artigo no OJS, incluindo os resumos e palavras-chave em inglês, assim como a filiação dos/as autores/as com o nome completo da instituição a que se encontra filiado/a, assim como a cidade e o país da dita instituição.

A) Apresentação e capa

Título do artigo (conciso, porém informativo) no idioma original na primeira linha, logo em seguida, em inglês, composto pelo maior número de termos significativos possíveis.

Nome e sobrenome completos de cada um/a dos/as autores/as por ordem de prioridade (o número deve estar justificado pelo tema, sua complexidade e sua extensão). No caso de ter mais de três autores/as, é necessário justificar, pelo conteúdo, o fundamento ao aporte original da equipe, dado que isso será levado em conta na valorização do manuscrito. Cada autor/a deverá indicar o nome completo da instituição na qual se encontra afiliado/a, assim como a cidade e o país da mesma, e-mail de cada autor/a e o número do ORCID.  É prescritivo se inscrever no Registro Internacional de Investigadores (ORCID).

Resumo no idioma original (português/espanhol) de 150/200 palavras, onde se descreverá de forma concisa o motivo e o objetivo da investigação, a metodologia empregada, os resultados mais destacados e as principais conclusões. Deve estar escrito em uma linguagem impessoal: “O presente trabalho analisa…”.

Abstract em inglês de 150/200 palavras. Para sua elaboração, assim como para o título e as palavras-chave, não se admite o uso de tradutores automáticos, pela sua má qualidade e adequação da tradução. Os/as avaliadores/as também analisam esse fator ao valorizar o trabalho, o nível linguístico e estilo, se for necessário.

Palavras-chave/ Keywords: Deverão ser selecionadas cinco palavras-chave, traduzidas também ao inglês, que estejam intimamente relacionadas com o tema trabalhado.

b) Estilo

A revista espera colaborações escritas em uma linguagem formal e direta, com o necessário rigor acadêmico e profissional.

Corpo do Texto

O texto deverá ser redigido utilizando a letra estilo Times New Roman, fonte número 12, com o espaçamento de linha de 1,5 em tamanho de folha A4. 

Cabeçalhos secundários

Para cabeçalhos de seções de um artigo, incluí-los em negrito e separado do corpo do texto. As seções facilitam ao/a leitor/a a compreensão da estrutura de um artigo.

c) Citações e Referências

Iberoamérica Social aceitará somente artigos que estejam elaborados a partir das Normas APA para citações e referências.

d) Figuras, tabelas e material multimídia

Para os artigos que incluam figuras, tabelas ou material multimídia será necessário que o/a autor/a envie de forma separada tal material em alta resolução, para a sua correta diagramação. Cada um desses elementos deverá aparecer e ser enviado acompanhado por um título e a fonte de onde foi obtido o material apresentado.

Iberoamérica Social realiza seu processo editorial através do sistema de avaliação por pares, avaliação duplo-cego. Nosso processo de revisão assegura que o/a avaliador/a que participa no parecer dos artigos esteja em instituição diferente a do/a autor/a do artigo avaliado.

  1. O processo de avaliação inicia com o envio do artigo por parte do/a autor/a, que confirma tê-lo elaborado de acordo com as indicações disponibilizadas pela revista no item informação para autores. Durante o envio, deverá aceitar os direitos de autor/a e de divulgação da revista. O envio se realizará mediante o sistema Open Journal System da revista.
  2. O seguinte passo será a comprovação por parte do/a editor/a que o artigo cumpra com todas as indicações fornecidas em informação para os/as autores/as. A duração dessa comprovação não excederá os 30 dias desde a recepção do artigo.
  3. Uma vez comprovada que cumpre com as informações para autores/as, o artigo será enviado a dois avaliadores/as externos à instituição do/a autor/a, os quais avaliarão a qualidade, originalidade, coerência e aportes ao campo trabalhado do artigo apresentado.
  4. As avaliações dos artigos poderão ter como resultado as seguintes opções: Aceito para publicação; Aceito com sugestões de modificação; ou Recusado. Este resultado será entregue ao/a autor/a dentro dos primeiros 90 dias após o envio do artigo.
  5. Em situações de controvérsia entre duas avaliações, o artigo será enviado a um terceiro avaliador/a externo/a, o qual decidirá sobre a aceitação, modificação ou recusa do artigo em questão.
  6. Se for o caso, o artigo seria devolvido ao/a autor/a para realizar as modificações solicitadas. Depois deste passo, o artigo retornará aos/às avaliadores/as para comprovar que as modificações foram realizadas.
  7. Com as modificações verificadas, o artigo será encaminhado para o processo de diagramação.
  8. Se o resultado das avaliações tenham sido a recusa do artigo, isso será realizado sempre de forma justificada pelos/as avaliadores/as para que o/a autor/a conheça os motivos e, dessa forma, possa melhorar sua produção.

Iberoamérica Social é uma revista de acesso aberto, o que significa que todo o conteúdo estará disponível gratuitamente sem custos para o/a usuário/a ou a sua instituição. Os/as usuários/as podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, buscar ou vincular os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem solicitar permissão prévia do/a editor/a ou do/a autor/a.

Para tais casos, a Iberoamérica Social trabalha com uma licença Creative Commons CC BY-NC-SA 3.0 ES com as seguintes condições:

  • Reconhecimento: Deve reconhecer adequadamente a autoria, indicar o link à licença e deixar claro se foram realizadas mudanças ao texto original. Pode fazer isso da forma que achar pertinente, mas não de uma maneira que sugira que tenha o apoio do licenciador ou que recebe algo pelo uso que faz.
  • Não-comercial: Não se pode utilizar o material para finalidade comercial.
  • Compartilhamento: Se misturar, realizar paráfrases, transformar ou criar a partir do material, deverá divulgar suas contribuições sob a mesma licença que o original.

Iberoamérica Social não exerce nenhum tipo de embargo sobre os artigos recebidos nem aplica nenhum tipo de taxa aos/as autores/as pelo processo de revisão ou publicação. Iberoamérica Social considera o acesso aberto como um dos pilares do crescimento da ciência e da produção de conhecimento de excelência, facilitando o acesso de forma livre e gratuita a todo/a investigador/a tanto interessado/a em publicar material de alta qualidade quanto utilizar os materiais já publicados para fortalecer suas próprias investigações.

O acesso a todo material publicado na Iberoamérica Social será de forma gratuita e sem nenhuma necessidade de algum tipo de inscrição.

Iberoamérica Social não conta com financiamento externo para assegurar a sua independência e autonomia com respeito as publicações realizadas, mantendo somente como condições para as publicações a rigorosidade e qualidade dos trabalhos apresentados através de avaliação por pares sob o sistema de duplo-cego. 

Iberoamérica Social não aceita publicidade em suas publicações semestrais, nem em seus números especiais, nem em seus livros e nem em sua página web.

Ética e má conduta de investigação

Iberoamérica Social como revista de excelência internacional se inspira no código ético do Comitê de Ética de Publicações (COPE), dirigido a editores/as, avaliadores/as e autores/as.

Originalidade e Plágio: Os/as autores/as dos manuscritos enviados à Iberoamérica Social asseguram que seu trabalho é original, que não contém partes de outros/as autores/as e de outros trabalhos já publicados pelos/as autores/as sem a devida citação. Além disso, confirma a veracidade dos dados, isto é, que não se modificaram os dados empíricos para confirmar hipóteses.

Múltiplas publicações e/ou repetitivas: O/a autor/a não deve publicar artigos que tenham os resultados repetidos em mais de uma revista científica. A proposta simultânea de uma mesma contribuição a diversas revistas científicas é considerada eticamente irresponsável e reprovável.

Lista de Fontes: O/a autor/a deve proporcionar sempre a correta indicação das fontes e os aportes bibliográficos referenciados no artigo.

Autoria e Colaboração: Em relação à autoria do manuscrito, os/as autores/as garantem a inclusão daquelas pessoas que realizaram contribuição científica e intelectual significativa na conceptualização e planificação do trabalho, como na interpretação dos resultados e na redação do mesmo. Ao mesmo tempo é necessário garantir que se tenha mencionado, em sequência de importância, os/as autores/as conforme seu nível de responsabilidade e envolvimento.

Acesso e Retenção: Se os/as editores/as considerarem apropriado, os/as autores/as dos artigos poderão colocar também a disposição as fontes e os dados em que se baseiam as investigações, podendo manter isso durante um período depois da publicação e possivelmente fazê-los acessíveis.

Conflito de Interesses e Divulgação: Todos/as os/as autores/as têm a responsabilidade de declarar explicitamente que não há conflitos de interesses que possam ter surgido nos resultados obtidos ou nas interpretações propostas. Os/as autores/as também devem indicar qualquer financiamento de agências e/ou projetos que fomentam ou fomentarão o artigo apresentado.  

Erros nos artigos publicados: Quando um/a autor/a identifica no seu artigo um erro importante ou alguma inexatidão, deverá imediatamente informar aos/as editores/as da revista e lhes proporcionar toda a informação necessária para listar as correções pertinentes na parte inferior do artigo.

Responsabilidade: Todos/as os/as autores/as são responsáveis pelo que foi escrito em seus textos. Os/as autores/as se comprometem também a ter revisado a literatura científica mais atual e relevante do tema analisado, tendo presente de forma plural as diversas correntes do conhecimento.

Contribuição à decisão editorial: A avaliação por pares é um procedimento que ajuda os/as editores/as a tomarem decisões sobre os artigos propostos e permite ao/a autor/a melhorar a contribuição enviada para publicação. Os/as avaliadores/as assumem o compromisso de realizar uma avaliação crítica, honesta, construtiva e sem preconceitos, tanto em relação à qualidade científica como literária do escrito, no campo dos seus conhecimentos e habilidades.

Em relação aos prazos: O/a avaliador/a que não se sinta competente em relação ao tema que deve avaliar ou que não possa terminar a avaliação no tempo programado, deverá notificar de imediato aos/as editores/as. Os/as avaliadores/as se comprometem a avaliar os trabalhos no menor tempo possível para respeitar os prazos de entrega, uma vez que no Iberoamérica Social os limites de custódia dos manuscritos em espera são limitados e inflexíveis por respeito aos/as autores/as e seus trabalhos.

Confidencialidade: Cada manuscrito atribuído deve ser considerado como confidencial. Por tanto, esses textos não devem ser discutidos com outras pessoas, sem o consentimento expresso dos/as editores/as.

Objetividade: A avaliação por pares se realizará de maneira objetiva. Não se considerará adequado nenhum julgamento pessoal sobre os/as autores/as das contribuições. Os/as avaliadores/as tem a responsabilidade de fornecer justificativas suficientes que sustentem suas avaliações. Os/as avaliadores/as entregarão um informe crítico completo com referências adequadas segundo o protocolo de revisões de Iberoamérica Social e as normativas públicas para os/as avaliadores/as – especialmente, se o trabalho for recusado. É de responsabilidade dos/as avaliadores/as advertir aos/as editores/as se existem partes substanciais do trabalho que tenham sido publicadas ou que estejam sob avaliação para outra publicação.

Visualização do texto: Os/as avaliadores/as se comprometem a indicar com precisão as referências bibliográficas de obras fundamentais possivelmente esquecidas pelo/a autor/a. O/a avaliador/a também deve informar aos/as editores/as qualquer semelhança ou sobreposição do manuscrito com outros trabalhos publicados.

Conflito de interesses e divulgação: Informação confidencial ou informação obtida durante o processo de avaliação por pares deve ser considerada confidencial e não pode ser utilizada para propósitos pessoais. Os/as avaliadores/as só avaliam um manuscrito se não existir conflito de interesses. 

Decisão de publicação: Os/as editores/as garantiram a seleção dos/as avaliadores/as mais qualificados/as e especialistas, cientificamente, para emitir uma apreciação crítica e fundamentada do trabalho, com os menores riscos possíveis.

Honestidade: Os/as editores/as avaliam os artigos enviados para publicação tendo por base o mérito científico dos conteúdos, sem preconceito de raça, gênero, orientação sexual, religião, origem étnico, nacionalidade, opinião política dos autores.

Confidencialidade: Os/as editores/as e os membros do grupo de trabalho se comprometem a não divulgar informações sobre os artigos recebidos para publicação a outras pessoas que não sejam autores/as, avaliadores/as e/ou editores/as. Os/as editores/as e o comitê editorial se comprometem à confidencialidade dos manuscritos, seus/suas autores/as e avaliadores/as, de forma que o anonimato preserve a integridade intelectual de todo o processo.

Conflito de interesses e divulgação: Os/as editores/as se comprometem a não utilizar em suas investigações conteúdo dos artigos enviados para publicação sem o consentimento por escrito do/a autor/a.

Respeito aos prazos: Os/as editores/as são responsáveis máximos do cumprimento dos limites de tempo para as avaliações e publicações dos trabalhos aprovados a fim de assegurar uma rápida divulgação dos resultados. Se comprometem de maneira fidedigna a cumprir com os prazos publicados: máximo de 30 dias para início ou não – caso não esteja dentro das diretrizes de submissão – do processo de avaliação a partir da data de recepção do manuscrito e um máximo de 90 dias desde a recepção até o parecer dos/as avaliadores/as. Da mesma forma, os trabalhos não permanecerão aprovados sem publicar, até no máximo a edição do número seguinte.

A revista Iberoamérica Social adere às normas éticas da COPE (Comitê de Ética em Publicações) e se baseará nas suas pautas para a resolução de qualquer conflito possível.

Baixe os documentos