Alguns informes sobre Brizola antes do golpe de 1964

Leonel conheceu a realidade do trabalhador bem cedo, quando, com 10 anos de idade foi morar sozinho na cidade de Carazinho, vivendo no sótão de um hotel no qual lavava pratos e também carregava malas até a estação.

brizola

De tudo o que se fala sobre Brizola pouco se diz de sua práxis anticapitalista, anticolonial e nacionalista. Esse ano, ao celebrar os  100 anos de seu nascimento, as lembranças, na mídia comercial, ficaram na superfície, sem apontar suas ações decisivas no sentido de garantir a soberania do povo brasileiro. Aqui reunimos algumas ações de Leonel Brizola antes do golpe de 1964, para que as novas gerações conheçam um pouco melhor esse homem extraordinário. Leonel conheceu a realidade do trabalhador bem cedo, quando, com 10 anos de idade foi morar sozinho na cidade de Carazinho, vivendo no sótão de um hotel no qual lavava pratos e também carregava malas até a estação. Depois, com 12 anos, já em Porto Alegre, […]

A aposta latino-americana pela conciliação

E, se, como já diziam nossos parentes aztecas, as palavras pronunciadas são as que andam, não é possível que os políticos que se dizem identificados com as bandeiras da esquerda, tirem dos seus léxicos essas nossas palavras andantes.

latino-americana

A América Latina está passando por novos processos eleitorais, conduzindo à frente dos governos das pátrias chicas políticos que dizem se posicionar mais à esquerda. Mas, ao que parece, não há em qualquer um deles alguém com a proposta de realizar mudanças estruturais capazes de efetivamente conduzir seus países à transformações significativas para os trabalhadores urbanos, camponeses e oprimidos em geral. No Peru, a eleição de Pedro Castillo, um professor de larga militância popular, parecia uma promessa significativa num país tão destroçado pela corrupção e pela dependência. Mas, desde o começo do governo, o novo presidente foi se rendendo aos avanços da direita local que imprimiu um ritmo bastante forte de pressão, fazendo, inclusive, com que o gabinete escolhido por […]

Adeus 2021, sem saudade

É certo que ainda há quem observe os tempos criticamente e lute, ainda que sejam poucos. Mas, como sempre foi na história, basta que esse pequeno grupo se mantenha em batalha para que seja possível um amanhã de luz. Ainda assim, será preciso muito trabalho para reconstruir uma estrada pela esquerda.

Brasil

O ano que passou, no Brasil, foi um tempo de terror. E não foi só por conta do coronavírus, visto que o andamento da vacinação, ainda que lento, foi baixando os casos e as mortes. Apesar de todo o trabalho que o governo federal fez para impedir a imunização massiva da população, mesmo entre os apoiadores do governo o chamado da vida foi mais forte e as pessoas foram buscando a vacina. Isso deu um respiro para a nação uma vez que o combate ao novo vírus só pode ser feito com a imunização coletiva da maioria da população. Ainda assim, nada está bem. As mortes continuam – passamos dos 600 mil óbitos  – e o negacionismo também, a tal […]

ONU reconhece Maduro como presidente legítimo da Venezuela

Nicolás Maduro foi eleito em um pleito livre, legítimo e monitorado por olheiros internacionais. 

A guerra econômica e ideológica contra a Venezuela segue sem parada. Boicotes comerciais, roubo descarado de dinheiro nos bancos internacionais, sanções e campanhas sistemáticas da mídia internacional contra o governo são parte do pacote. O ataque é tão surreal que muitos países – 60 para ser exata – chegam a reconhecer a marionete Juan Guaidó como presidente do país, uma vez que os Estados Unidos o ungiu e tem garantido seu financiamento a partir do roubo das divisas venezuelanas. É um escárnio ao direito internacional, já que Nicolás Maduro foi eleito em um pleito livre, legítimo e monitorado por olheiros internacionais. Na última segunda-feira, pasmem, a Assembleia Geral das Nações Unidas decidiu colocar em votação as credenciais do governo de […]

O caminho da América Latina

Vêm as eleições, as promessas, e quando chega a vitória, tudo se esboroa no andar da carruagem.

américa latina

Nuestra América está, como sempre, em ebulição, buscando encontrar um caminho para o bem-viver. Mas, não é fácil. E o principal obstáculo é, sem lugar a dúvidas, a incapacidade dos governos ditos progressistas de fazer as mudanças necessárias, esperadas pelos trabalhadores. É um eterno retorno. Vêm as eleições, as promessas, e quando chega a vitória, tudo se esboroa no andar da carruagem. No geral a culpa sempre recai na crise econômica ou na ação desintegradora dos Estados Unidos. De fato, esses são elementos importantes, mas não são os decisivos para que as mudanças não ocorram. O que realmente falta é coragem para fazer os câmbios estruturais e romper com o modo de produção capitalista. A esquerda liberal quando no poder […]

Peru: mais um ataque da direita contra o governo

Esta semana a oposição no Congresso decidiu mais uma vez tentar inviabilizar o trabalho de Castillo. Foi apresentada uma moção de vacância presidencial – destituição – contra o presidente alegando que ele não tem capacidade moral para dirigir o país.

peru

O mandado do presidente Pedro Castillo, no Peru, vem sendo sistematicamente atacado desde o dia da posse. Primeiro foram as acusações de fraude nas eleições, como se isso fosse possível a um candidato que estava totalmente alijado das estruturas do poder, considerado, inclusive, como um azarão. Ainda assim, o tumulto foi grande e atrasou a posse. Depois, vieram as sanções aos nomes dos ministros, que precisam ser aprovados pelo Congresso. Muitos deles acabaram pedindo para sair, como foi o caso do ex-guerrilheiro Héctor Béjar, para evitar maiores confrontos e para permitir que o presidente começasse logo a governar. E outros foram trocados por Castillo, também visando garantir governabilidade. Decisões questionáveis, pois, quando mais o governo vai cedendo, mais a direita […]