¿La universidad de lxs universitarixs o la universidad-pueblo?

Debate entre dos sectores estudiantiles de la UNAM.

Ciudad universitaria

En los últimos años  en la Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), se han presentado una serie de medidas en torno a los problemas que aquejan el desarrollo integral de sus funciones, dichas medidas se han fundamentado en una estrategia impulsada desde la Asociación Nacional de Universidades e Instituciones de Educación Superior, (ANUIES), y donde se sintetizan una serie de medidas propuestas en el sexenio de Felipe Calderón Hinojosa(2006-2012), el cual promovió la llamada guerra contra el narcotráfico.

Propuestas descoloniales desde el pensamiento crítico de Latino América (Abya Yala)

Cusicanqui, Boaventura de Sousa, Guadynas, Feminismos decoloniales y más…

Pensamiento decolonial

En América Latina se ha venido gestando en las últimas décadas, tal vez desde medio siglo atrás, una serie de pensamientos desde diferentes rutas, confluyendo en verdaderas propuestas descoloniales.

7 de setembro

O dia que os colonizadores comemoram o dia do massacre e da retirada de toda nossas terras.

Colonização do Brasil

Neste 7 de setembro, eu trago um breve pensamento da Guarani Eunice Antunes (Kerexu Yxapyry), ex-cacica da Terra Indígena Morro dos Cavalos, localizada no sul do território brasileiro. O pensamento é bastante sintomático das reflexões que podem ser tecidas acerca do Dia da independência, «comemorado», neste 7 de setembro no Brasil. 07 de setembro O dia que os colonizadores comemoram o dia do massacre e da retirada de toda nossas terras. O grito dos europeus foi independência ou morte, naquela hora ele dizia que. Independência: traria para eles a posse de tudo no próprio hino nacional eles contam o brilho no olhos em cima das nossas riquezas. Seria um modo de dizer que estar usurpando o que é dos outros […]

El presidente electo de Ecuador, Lenín Moreno Garcés, agradeció este sábado al mandatario saliente y líder de la Revolución Ciudadana, Rafael Correa, “por dejar el camino trazado”, aunque admitió que deja la vara muy en alto por lo que prometió que “lo vamos a hacer mejor todavía”.

Comunidad

Rachel Herrmann [1] [2] Ao meu passado, enquanto estudante de pós-graduação, No último verão eu escrevi uma carta sobre todas as coisas que eu queria que você soubesse quando iniciou a pós-graduação, mas eu fiz uma gigantesca omissão: A síndrome do impostor. Isso me ocorreu quando eu conversei com um novo estudante de pós-graduação neste outono e que descrevia a síndrome do impostor sem saber o que ela era, ou que muitos estudantes de pós-graduação passavam por isso. Assim, eu decidi escrever para você outra carta para lhe dizer o que é a síndrome do impostor, por que ela é importante, e o que você pode fazer sobre isso. A síndrome do impostor é o sentimento de que você não faz […]

Comunidad

Se não se seguir a historiografia tradicional da antropologia, que costuma apresentar o desenvolvimento da disciplina como uma sequência de propostas paradigmáticas, no que se compreende como a história da antropologia podem se distinguir duas grandes fases:

A primeira fase é o surgimento da ciência antropológica no século XIX no atlântico norte e a sua consolidação como «antropologia clássica» durante a primeira metade do século XX, com seus debates teóricos e metodológicos, e com o seu impressionante acervo de estudos sobre culturas espalhadas por todo o mundo. Estudos que incluíam, por se dizer, culturas indígenas e subculturas rurais e de artesãos, culturas populares, ou «não urbanas», assim como formações culturais do passado («história cultural», geograficamente próximos, temporalmente distantes) nos mesmos países originários da antropologia.