nem que a coisa engrossa

“arroz deu cacho e o feijão floriô / milho na palha, coração cheio de amor…” assim, com um verso da canção-mais-que-linda que você ouve nesta edição, a gente te dá as boas vindas, te abraça-acolhe-convida a viver-sentir-pensar com a terra, com quem cuida da terra com amor. porque enquanto tem tanta gente aí matando quem cuida da terra, os povos que dela cuidam continuam semeando, plantando vida… abril começa agora: vermelho, indígena, indignado. mas começa também com boas colheitas como esta: “nem que a coisa engrossa”. confira xs artistas desta edição...

palavra-poesia

las palabras hacen trampa. nos enganam, desafiam, desatinam. mas palavras são também amparo, tronco na correnteza, tábua de salvação. nesta edição, celebramos a palavra poética e a palavra cantada. você ouve a voz de poetas de diferentes latitudes e celebra com a gente um pouco do tanto que podem as palavras. boa poesia pra...

skafrocubanjazz

ska com jazz. ska com cha cha cha, com funk e rock. botar cachaíto com seu contrabaixo pra brincar no estúdio com um sampler. bailar um cha cha ska. viver-bailar quem sabe um skafrocubanjazz. nesta edição, algumas destas e outras deliciosas combinações. confira xs artistas e as canções desta edição Fonte:...

ay, valentín! lo que me haces hacer…

“voy a perder la cabeza por tu amor…” canto-choraram tantos corações com estes versos do espanhol manuel alejandro (mas também com muitos outros versos, sabemos). nesta edição, uma trilha sonora pra celebrar, de diferentes formas, o dia 14 de fevereiro, dia de san valentín. diz a lenda que na roma antiga (quando o cristianismo ainda era bastante perseguido) o imperador claudio II tinha proibido o casamento alegando que os soldados solteiros eram melhores e mais eficientes que os casados. os casados, dizia ele, só pensavam em voltar pra casa… mas valentín desobedeceu o imperador e continuou celebrando casamentos. foi condenado à morte. conta-se que sua cabeça rolou no dia...

puentes, ciudades, canciones

brasil também é latino, nos recordam alguns de nossos vizinhos ao gravarem canções compostas por brasileirxs – versões incluídas num cd que você baixa gratuitamente aqui. na primeira parte do programa, você ouve algumas destas versões e confere também o trabalho de bandas da cena independente destas latitudes. na segunda parte, tributos cantados a algumas das cidades que habitamos. física, imaginaria, poética e intensamente… confira as canções e xs artistas dessa edição ...

odoyá, minha rainha!

oferenda não é essa perna de sofá. essa marca de pneu. esse óleo, esse breu. peixes entulhados, assassinados. minha rainha. não são oferenda essas latas e caixas. esses restos de navio. baleias encalhadas. pinguins tupiniquins, mortos e afins. minha rainha. não fui eu quem lançou ao mar essas garrafas de coca. essas flores de bosta. não mijei na tua praia. juro que não fui eu. minha rainha. oferenda não são os crioulos da guiné. os negros de cuba. na luta, cruzando a nado. caçados e fisgados. náufragos. minha rainha. não são para o teu altar essas lanchas e iates. esses transatlânticos. submarinos de guerra. ilhas de ozônio. minha rainha....